• Aruc Alimentos

Produtos Apícolas e a Saúde Humana


Você já parou para pensar que sem as abelhas nós humanos provavelmente não existiríamos? Pois é graças às abelhas que temos tantos alimentos disponíveis na natureza. Sem a polinização desses pequenos insetos (e outros pequenos polinizadores), ¾ da fonte de alimentação humana de frutas e sementes simplesmente não existiria (1). Sem essa parcela de alimentos disponíveis na natureza, se existíssemos, provavelmente seríamos uma população muito menor e/ou muito menos “avançada” tecnologicamente, pois como estudos apontam, a disponibilidade de frutas e folhas foi o impulsionador da evolução humana em seus primórdios (2) e sem tal disponibilidade é pouco provável que estaríamos aqui nos comunicando através de computadores como fazemos hoje em dia.

Já faz muito tempo que o homem reconhece a importância da criação de abelhas na “agricultura” (“A história da agricultura começou há milhares de anos atrás. Após o início da colheita de grãos selvagens, ao menos 105,000 de anos atrás” ). Na imagem acima por exemplo, hieróglifos de mais de 4 mil anos representam a atividade apícola no antigo Egito, onde as abelhas já eram utilizadas com frequência para potencializar a produtividade das lavouras.

A relação do homem com estes pequenos insetos, porém, vem de muito antes do antigo Egito. A referência mais antiga conhecida atualmente está localizada onde hoje é a Espanha, em uma caverna chamado Aranta. Neste pintura rupestre, datada de mais de 8mil anos, é possível observar uma pessoa aparentemente subindo em uma árvore para coletar o mel de abelhas selvagens.

Será que nossos antepassados “das cavernas” já conheciam os benefícios a saúde humana proporcionados pelos produtos das abelhas?

Pois se até mesmo a ciência moderna garante que os produtos apícolas proporcionam benefícios a saúde, é bem provável que não era só o doce do mel que os faziam se arriscarem diante destes pequenos, porém perigosos insetos para coletar seus produtos.


Além da polinização, o fruto dos laborosos dias das abelhas coletando néctar, pólen, e resinas de plantas (tudo aquilo de melhor que uma planta produz) foi um importante aliado humano ao longo dos milênios. Concentrados de óleos essenciais, néctar e pólen de centenas, se não milhares de plantas, que quando são misturados com a saliva das abelhas se tornam poderosos probióticos, bactericidas e nutritivos compostos cheios de benefícios para a saúde humana já fazem parte da nossa dieta e das nossas receitas há milhares de anos. Talvez não seja a toa que os egípcios relacionassem as abelhas ao divino há mais de 4.500 anos atrás.


Hoje a ciência com seus modernos e meticulosos aparelhos capazes de analisar a estrutura constituinte das coisas reconhece tecnicamente o que nossos antepassados conheciam no seu dia a dia:


“O mel e os produtos das abelhas, incluindo o própolis, o pólen ("o pão da abelha") e a geleia real, assim como a toxina das abelhas são fontes ricas de diversas substâncias biologicamente ativas. Estes produtos são usados desde tempos ancestrais por suas propriedades de cura e de melhoria da saúde por cobrirem um amplo espectro de combate a radicais livres, antioxidantes, antibacterianos, anti-câncer e por possuírem efeitos adjuvantes na profilaxia (medidas utilizadas na prevenção de doenças) e no tratamento de muitas doenças. Os produtos das abelhas também são atrativos para uma alimentação funcional por conta de sua característica de alimento vivo e ativo". (3) Cada vez mais se empilham os estudos científicos comprovando a eficácia dos produtos das abelhas no combate a problemas de saúde e na melhoria do sistema imunológico de forma geral.


A prática da apicultura quando aplicada de forma “respeitosa” com a outra espécie (e não da forma violenta e exploratória como as vezes acontece na apicultura moderna em escalas industriais), é uma grande aliada da perpetuação dessa relação de mútuo benefício que estabelecemos com estes insetos. Nós cuidamos deles quando necessários e eles cuidam de nossa alimentação e da nossa saúde.


Evoluímos ao lado da abelhas por milhões de anos e certamente por muitos mais onde houver abelhas haverá humanos saudáveis e prósperos ao seu redor, com abundância de alimentos e compostos probióticos benéficos para a saúde.

E você? está esperando o que para incluir os produtos de abelha no seu dia a dia? Clique aqui para acessar nossa loja


Referências:

(1) http://www.fao.org/3/i9527en/i9527en.pdf

(2) https://onlinelibrary.wiley.com/doi/full/10.1111/joim.12878

(3) https://www.mdpi.com/journal/molecules/special_issues/molecules_beeproducts


#historiadaapicultura #abelhas #probioticos #antioxidantes #saude #apicultura #saudavel #alimentacao #alimentacaosaudavel



Gostou do texto? Tem algum assunto que gostaria de ver por aqui? Deixe seu comentário abaixo e compartilhe nas redes sociais!

8 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo